Semana Nacional de Trânsito 2020 e de campanhas educativas até o final do ano

O  CEDETRAN se integra à Semana Nacional de Trânsito, que acontece anualmente entre os dias 18 e 25 de setembro, com o objetivo de incentivar junto à sociedade um trânsito mais seguro e o tema é “PERCEBA O RISCO, PROTEJA A VIDA ” junto com os órgãos do sistema de trânsito e de segurança pública.

No mês em que ocorre a Semana Nacional de Trânsito devem ser promovidas campanhas que:

1. Abordem a vulnerabilidade dos pedestres, ciclistas, motociclistas e pessoas com deficiência, os quais estão mais expostos ao risco de lesões, caso sofram um acidente, ressaltando a fragilidade inerente a esses usuários, com especial enfoque nos motociclistas e ciclistas, entregadores, em face do crescente número de fatalidades envolvendo estes usuários, alertando que o uso de capacete pode salvar vidas.

2. Abordem a relação de violência e conflitos entre os usuários do trânsito, reforçando seu caráter coletivo e abordando a importância de cuidar de si e do outro.

De maneira educada todos os motoristas deveriam sinalizar suas intenções com antecedência, mas não é isso que se vê com frequência no trânsito de Londrina e região. Um simples gesto como ligar o pisca pode ser visto como uma falta de educação, gerar uma irritação e aumentar o estresse do dia-a-dia.

Um ato tão simples, mas os motoristas e motociclistas insistem em não sinalizar através do pisca ou seta, quando vão fazer uma conversão ou uma mudança de faixa no trânsito de Londrina. Quem circula pelas ruas de Londrina realmente confirma que muita gente não liga a seta e quase todos mudam de faixa da forma que querem, sem sinalizar.
A multa para quem for flagrado realizando conversões sem o uso da seta é considerada grave, com cinco pontos na carteira e R$ 195,23

TEMAS E CRONOGRAMA

MÊS

TEMA

ORIENTAÇÕES

Agosto

Uso de cinto de segurança e dispositivo de retenção infantil

O uso de cinto de segurança e dispositivo de retenção infantil é um importante fator de prevenção de lesões. Neste mês, as campanhas educativas devem ressaltar que o uso destes equipamentos salva vidas.

Setembro

1. Usuários vulneráveis

2. Respeito no trânsito

No mês em que ocorre a Semana Nacional de Trânsito devem ser promovidas campanhas que:

1. Abordem a vulnerabilidade dos pedestres, ciclistas, motociclistas e pessoas com deficiência, os quais estão mais expostos ao risco de lesões, caso sofram um acidente, ressaltando a fragilidade inerente a esses usuários, com especial enfoque nos motociclistas e ciclistas, entregadores, em face do crescente número de fatalidades envolvendo estes usuários, alertando que o uso de capacete pode salvar vidas.

2. Abordem a relação de violência e conflitos entre os usuários do trânsito, reforçando seu caráter coletivo e abordando a importância de cuidar de si e do outro.

Outubro

Ver e ser visto

No período noturno há maior risco de acidentes envolvendo os usuários vulneráveis pela dificuldade de visibilidade. Assim, as campanhas educativas de outubro devem apontar para a importância de ver e ser visto no trânsito, com enfoque especial nos motociclistas, ciclistas e pedestres.

Novembro

Os impactos sociais dos acidentes

Trazendo o tema do Dia Mundial em Memória às Vítimas do Trânsito (terceiro domingo de novembro), as campanhas devem levar a uma reflexão sobre como as lesões e sequelas psicológicas e sociais impactam a vida das vítimas e de seus familiares depois do acidente. Promoção de ações para atendimento dos lesionados e de suas famílias pós acidente de trânsito.

Dezembro

Álcool e condução

(substâncias psicoativas lícitas e ilícitas)

Em decorrência das festas de fim de ano, deve-se alertar motociclistas e condutores sobre os riscos de pilotar ou dirigir após consumo de substâncias psicoativas lícitas e ilícitas. Promoção de ações integradas com a fiscalização.

Este conteúdo não substitui o publicado na versão certificada.